Lua Cheia: A Força

A lua Cheia representa o momento mais importante dentro dos esbbats, a força e maturidade total de nossas capacidades mágickas. Na Lua Negra transformamos, na Nova criamos, na crescente colocamos em prática nossos objetivos e na cheia eles são fortalecidos para decaírem na minguante.

Nesse momento a Deusa vira a grande Senhora, Mãe de todos os seres, é um período de grande magnetismo, todas as energias aumentam suas vibrações, as percepções sensoriais se tornam mais latentes, é um momento especial para qualquer pagão.

Abaixo, por tópicos, colocaremos informações detalhadas sobre o funcionamento básico de um Esbbat junto com dicas úteis para que possam montar os seus. Além disso, falaremos das lendas, superstições e histórias/relatos das práticas desse Esbbat.



LIMPEZA, PURIFICAÇÃO, DECORAÇÃO E SINTONIZAÇÃO.

Para entender e aprender todo o processo de limpeza e purificação necessário ao bom funcionamento de qualquer celebração clique em Ritual de Purificação.

A Decoração do Esbbat de lua cheia é muito individual, sua cor, normalmente é o branco ou o negro, cores ligadas à força, poder e maturidade. Se quiser você pode utilizar outras cores.Você deve espalhar por todo o local; símbolos, imagens ou objetos para onde você deseja enviar toda essa grande força que é gerada na lua Cheia. A decoração deve auxiliar em suas reflexões e no envio de suas energias para o objetivo da celebração.

A Sintonização corresponde a uns 15 minutos que você deve dedicar ao ambiente onde ocorrerá a celebração. Respire fundo, sinta os cheiros, ouça os sons do local, olhe a sua volta e veja onde está, tente sentir a energia do lugar. Caso seja um lugar com uma história bonita reflita um pouco sobre essa história, tente entender porque você foi celebrar ali, ande por todo o local, interaja com a energia emanada por esse ambiente. Faça tudo isso em silêncio, respirando fundo, e preparando todo o seu corpo para o Esbbat que está sendo iniciado.


ABERTURA DO CÍRCULO E INVOCAÇÕES

Como já era de se esperar a abertura do círculo e as invocações seguem sempre um padrão o qual vocês podem encontrar em Círculo Sagrado, apenas as invocações dos Deuses é que mudam.

Cada esbbat corresponde a um aspecto das divindades, a Lua Cheia corresponde aos Deuses e Deusas Triplas, entretanto qualquer Divindade pode ser celebrada nesse momento. Alguns exemplos de Deuses e Deusas Triplas são: Cerridwen, Innana, Athena, Ísis, Freya, Dionísio, Osíris, Cernunos, Lugh e vários outros que vocês podem encontrar na sessão Deuses.

Na simbologia do Esbbat, nesse momento a Deusa é Mãe, já amadurecida e começando a envelhecer. As Mães, humanas ou não, são abençoados pela Deusa. Sendo assim, é normal reverenciar a família colocando fotos dos nossos pais e avós pelo altar, no caso daqueles que já partiram as fotos devem ir para o altar dos ancestrais.

Apenas após estudar, conhecer e se sintonizar com uma divindade é que estamos aptos para chamá-la em um ritual, com isso depois de trabalhar com a face do seu panteão você deve criar sua forma de invocar tal divindade, pois já saberá como.


MEDITAÇÕES

As meditações são direcionadas ao fortalecimento dos projetos, a resolução dos problemas. Nesse momento meditamos que todos os nossos objetivos já foram concluídos e estão em seu ápice, em seu momento mais perfeito e especial.

Essa meditação também deve possuir uma reflexão para o nosso poder interno, devemos verificar o que ocorreu desde o sabbath passado e organizar e equilibrar tudo, ampliando essas forças com o poder da lua cheia.

Podemos meditar sobre lendas ou histórias de famílias, de poder, de grandes acontecimentos.


Texto de: Old Religion

Observações da Autora do blog

Este texto é apenas um norte, ou seja, para mostrar à vocês o que trabalhamos especificamente na Lua Nova. A estrutura detalhada do ritual, fica a critério de cada bruxo, sabendo que Esbats são muito pessoais. Eu costumo 'puxar a Lua para baixo' e reservar um momento para 'levantar a energia' que é o momento clímax dos meus rituais (quando eu concentro meus desejos dentro do caldeirão no centro do círculo e com cânticos e danças elevo a energia naquele ponto, mentalizando meus pedidos/desejos sendo realizados).

Amanda de Ishtar

Amanda ou Tara (nome mágico), 27 anos e autoiniciada Wicca. Bruxa solitária e amante dos Celtas. No dia a dia é designer, geek, ama livros, Harry Potter, Mario Bros e Adventure Time.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram