Lua Nova: A Criação

Normalmente as pessoas encaram a Lua Nova como uma Lua parada, sem uma boa energia mágicka e isto é um erro, pois a lua continua andando, continua em movimento, gerando influência. Precisamos é compreender o tipo de influência que essa lua gera tanto energeticamente como simbolicamente em nossas celebrações. O nome Lua Nova vem da influência energética provocada por ela, e da própria análise na imagem dela no céu. Normalmente as mulheres começam a liberar seus hormônios recém-criados nesse momento, e a Lua retorna ao céu messe período, como se ela tivesse morrido, passado por uma transformação e retornado, sendo criada novamente e colocada no céu.

Abaixo, por tópicos, colocaremos informações detalhadas sobre o funcionamento básico de um Esbbath junto com dicas úteis para que possam montar os seus. Além disso, falaremos das lendas, supertições e histórias/relatos das práticas desse Esbbath.





LIMPEZA, PURIFICAÇÃO, DECORAÇÃO E SINTONIZAÇÃO.

Para entender e aprender todo o processo de limpeza e purificação necessário ao bom funcionamento de qualquer celebração clique em Ritual de Purificação. A Decoração do Esbbath de lua nova é muito individual, sua cor, normalmente é o branco podendo usar tons claros, o verde, azul e amarelo claro normalmente são usados. Você deve espalhar por todo o local símbolos, imagens ou objetos que lembrem tudo aquilo que você deseja iniciar, seus projetos, suas anotações, desenhos, fotos da casa nova, o currículo. A decoração deve auxiliar em suas reflexões e no envio de suas energias para esse projeto.

A Sintonização corresponde a uns 15 minutos que você deve dedicar ao ambiente onde ocorrerá a celebração. Respire fundo, sinta os cheiros, pare para ouvir os sons do local, olhe a sua volta e veja onde está, tente sentir a energia do lugar. Caso seja um lugar com uma história bonita reflita um pouco sobre essa história, tente entender porque você foi celebrar ali, ande por todo o local, interaja com a energia emanada por esse ambiente. Faça tudo isso em silêncio, respirando fundo, e preparando todo o seu corpo para o Esbbath que está sendo iniciado.


ABERTURA DO CÍRCULO E INVOCAÇÕES.

Como já era de se esperar a abertura do círculo e as invocações seguem sempre um padrão o qual vocês podem encontrar em Círculo Sagrado, apenas as invocações dos Deuses é que mudam. Cada esbbath corresponde a um aspecto das divindades, a Lua Nova corresponde as Faces Jovens/virgens dos Deuses, alguns exemplos dessas faces são: Ártemis, Eros, Angus Mac Og, Blodeuwedd e vários outros que vocês podem encontrar na sessão Deuses.

Na simbologia do Esbbath, nesse momento a Deusa nasceu, ela é a jovem donzela. As crianças, e demais animais jovens são abençoados pela Deusa. Sendo assim, é normal enviar bênçãos aos mais novos do grupo, ou aos parentes recém-chegados, assim como também abençoar os novos animais e plantas que nos circulam.

Apenas após estudar, conhecer e se sintonizar com divindade é que estamos aptos para chamá-la em um ritual, com isso depois de trabalhar com a face jovem do seu panteão você deve criar sua forma de invocar tal divindade, pois já saberá como.


MEDITAÇÕES

As meditações são direcionadas a criação de novos projetos, a organização de novas idéias, a estruturação de todos os nossos novos objetivos. Imagine que você conquistou um novo emprego, nesse momento de lua nova você deve meditar sobre quais são as atitudes e posturas que deve tomar no novo emprego, organizar seus horários, meditar sobre a melhor forma de aproveitar esse emprego e quais são os objetivos que você tem para melhorar no emprego. Essa meditação também deve possuir uma reflexão para nossas mudanças internas, tudo de novo que está ocorrendo em nosso ser, conseguimos eliminar nossas sombras no Esbbath passado? Então como estamos nos sentindo com isso? Precisamos ver como essa mudança está agindo no nosso comportamento e na forma de encarar as coisas, para que possamos trabalhar isso.

Podemos meditar sobre lendas ou a história de criações, seja do nascimento de Deuses, a criação de cidades (a nossa, por exemplo), o nosso próprio nascimento, e demais criações. Como foi o nosso inicio? Quem estava presente no inicio de nossa vida e não se encontra mais? Que mudanças a saída dessas pessoas representou? Como nós iniciamos nossos projetos, nosso passado influencia? Tudo que representa criação e novidade pode ser analisado.


Texto de: Old Religion

Observações da Autora do blog

Obs¹.: Lua Nova e Lua Negra são a mesma coisa. Na Lua Nova, saudamos também a deusa como Senhora da Morte (a deusa em sua face negra). Então ao executar o seu ritual, poderás dedicá-lo e fazer trabalhos específicos para a Deusa neste aspecto.

Obs².: Este texto é apenas um norte, ou seja, para mostrar à vocês o que trabalhamos especificamente na Lua Nova. A estrutura detalhada do ritual, fica a critério de cada bruxo, sabendo que Esbats são muito pessoais. Eu costumo 'puxar a Lua para baixo' e reservar um momento para 'levantar a energia' que é o momento clímax dos meus rituais (quando eu concentro meus desejos dentro do caldeirão no centro do círculo e com cânticos e danças elevo a energia naquele ponto, mentalizando meus pedidos/desejos sendo realizados).

Amanda de Ishtar

Amanda de Ishtar, assim magicamente nomeada, 25 anos e autoiniciada Wicca. Bruxa solitária e amante dos Celtas. No dia a dia é designer, geek, ama livros, Harry Potter, Mario Bros e Adventure Time.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram