Lei Tríplice

“Tudo o que fizermos, para o bem ou mal, a nós retornará triplicadamente e nesta encarnação”.

Esta é a Lei Tríplice que está fundamenta no poder da imanência. Se desejarmos o bem colheremos o bem, se fizermos o mal ele também retornará invariavelmente. Acreditamos que as energias que criamos influenciam o que acontece conosco.

Esta é na realidade uma lei natural de causa e efeito e é apoiada até mesmo cientificamente, como vimos anteriormente, pelo Efeito Borboleta.

Bruxos são pessoas sábias e sabem que aquilo que desejam representa a energia que vibram. Assim, se esforçam ao máximo para vibrarem num nível de energia positiva, canalizada para o bem de tudo e de todos.

Se todos desejassem aos outros exatamente o que desejariam a si mesmos, em breve o mundo estaria repleto de bênçãos e positividade.

A Lei Tríplice nos lembra que prejudicar outros traz prejuízo para nós mesmos. Vivemos num mundo onde compartilhamos a mesma energia. Se por um lado a Lei Tríplice pode trabalhar contra você, ela também pode trabalhar ao seu favor dependendo de seu comportamento, pensamentos e ações. Faça sua parte!

Os Wiccanianos não crêem num conceito Kármico como apresentado por outras doutrinas. Esse conceito seria o de que o Karma quer dizer ação, mas que essas ações, sejam elas boas ou más (afinal existe o conceito de BOM KARMA nessas religiões) seria transcendental, ou seja, transcenderia a própria morte, vindo a manifestar-se em vidas futuras. Sendo uma lei cósmica, não se baseia nas leis dos homens, mas na energia, nos pensamentos e sentimentos que carregamos conosco e que produzimos a todo instante. Na verdade, cremos em um retorno eminente, balizador de nosso livrearbítrio, uma forma de nos lembrarmos dessa busca espiritual, sem transcendência a uma nova vida, na qual, salvo em especiais casos ou com o estudo adequado, poderíamos ser capazes de nos lembrar de atos praticados em outras vidas.

Diz-se em Wicca que o “mal” praticado pelo bruxo, retorna 3 X 3 a ele, assim como o “bem” assim praticado.
Ora, se não seguimos uma religião fundamentada em conceitos maniqueístas, que “mal” e “bem” seriam esses? E por que o retorno por 3 X 3?

Como explicamos anteriormente, a única forma de não prejudicar ninguém em nossas vidas, com nossos atos, seria por meio da criação de conceitos próprios de Bem e Mal, formando assim, uma linha de parâmetro a ser seguida. Assim sendo, tudo o que fizermos fora dessa linha de parâmetro severa ser visto como um ato bom ou mal. Tudo o que extrapola nossos conceitos de correto será visto como bom, assim como tudo que foge dessa linha, deturpando conceitos e levando-nos a arrependimentos, será visto como mau.

A visão do 3 X 3 que resultará em nove é facilmente explicada, desde que conheçamos um pouco sobre o significado dos números e sua magia.

PRIETO, Claudiney. Lei Tríplice. <http://www.wiccanaweb.com.br>
MILLENIUM. "A Bruxaria saindo das sombras". Editora Madras, São Paulo, 2004. Pág. 87-89.

Amanda de Ishtar

Amanda ou Tara (nome mágico), 27 anos e autoiniciada Wicca. Bruxa solitária e amante dos Celtas. No dia a dia é designer, geek, ama livros, Harry Potter, Mario Bros e Adventure Time.

Um comentário:

Instagram