A Criação


No princípio, o TUDO era NADA.
A única energia existente era nossa Deusa, que vagava pelo vazio, solitária em sua sabedoria infinita. Corria pelo infinito do NADA, sem tempo, sem razão, até encarar-se no espelho formado por sua vontade única de existência, um espelho que refletia apenas essa existência, e apaixonar-se pelo que descobriu. No espelho, nossa Senhora viu sua parcela masculina, existente mesmo antes do tempo ser tempo e do
TUDO ser criado, a parcela que já existia dentro de si mesma.
E Ela o amou!
Desse amor, gerado espontaneamente, o maior de todos os amores, o amor que todos devemos ter por nossa essência divina, nasceu nosso Senhor, o Deus. Parcela masculina do TUDO, necessária a toda a criação. O amor verdadeiro, chamado por muitos de Ágape, nasceu entre ambos instantaneamente e desse amor o TUDO é criado.
Primeiro, da união física de nosso Senhor e de nossa Senhora, da junção de seus corpos frenéticos explode o FOGO, primeiro dos elementos formadores da existência, o verdadeiro FOGO da paixão. E com o FOGO surge a LUZ. E com a LUZ, o CALOR, uma das características doadoras de toda a vida.
Assim como o Deus e a Deusa, masculino e feminino, a escuridão inicial e a luz explosiva, dos fluidos que emanaram de seus corpos excitados pelo FOGO, nasce o contraponto. Surge então o elemento ÁGUA. Pois na criação, tudo há de ter sua parcela contrária. E a ÁGUA era o contrário do FOGO. ÁGUA, doadora de vida, necessária, fluida, fresca.
Como o FOGO e a ÁGUA eram incompatíveis, mesmo em sua forma mais etérea, dotados de propriedades contrárias, eram os antagônicos. Do suspiro dos amantes, exalado no êxtase do descobrimento, nasce o AR. O AR, elemento mediador entre o FOGO e a ÁGUA, possuindo características de ambos os elementos antagônicos. O AR toma então seu espaço, separando sutilmente FOGO e ÁGUA, ganhando do primeiro o calor e de sua contraparte, a umidade.
Os corpos de nossos criadores se estremeceram no ápice do amor e liberaram a energia material que, misturando-se aos três elementos iniciais, formou o elemento TERRA. Com a TERRA, tudo o que antes era etéreo, impalpável, inodoro, incolor, toda a criação tornou-se sólida. A TERRA, por ter sido criada a partir de energia do êxtase, em conjunto com os três elementos principais, tornou-se o quarto elemento. Suas características eram o agregado de todos os elementos anteriores e mais, com sua característica principal, que dotava o TUDO de peso e matéria.
Nosso Senhor e nossa Senhora assim unidos tornaram-se o quinto elemento, o verdadeiro ESPÍRITO e, admirando-se de toda sua criação sonharam com o espaço, os planetas, as estrelas, o UNIVERSO. Em meio ao sonho UNIVERSAL, encontrava-se nosso Planeta, a TERRA. Graças às suas cores vibrantes, nossos Deuses voltaram sua atenção para esse grão perdido no Universo e nele começaram a brincar. Num primeiro momento, nossa Deusa se ocupava dos Céus e dos Mares, enquanto nosso Deus preocupava-se com a terra, sua vegetação, seus animais.
O planeta tomava forma, mas ainda faltava-lhe o espírito. Para abrigar o espírito, parte viva mais sutil de nossos Deuses, fomos criados. Os seres humanos, feitos à imagem de nosso Deus e de nossa Deusa, pois se assim como é em “cima”, será “em baixo”. Nasciam de forma perfeita os antagônicos complementares, o feminino e masculino, contendo dentro de si, não em carne, mas em espírito, a energia dos Deuses, energia essa também com sua parcela masculina e feminina indivisíveis.

E os Deuses sorriram diante de sua criação. Estavam exaustos pelo trabalho do descobrimento e do amor por tudo que agora existia.
Então, os amantes divinos dotaram os seres humanos de uma fagulha de inteligência e de seu livre arbítrio, seu direito à escolha própria. E assim como pais que têm a certeza da criação de seus filhos, tranquilos se puseram a descansar.
Fechando seus olhos, abraçados em puro amor, nossos Deuses continuam a descansar.


Referência Bibliográfica

MILLENIUM. Wicca - A Bruxaria saindo das sombras. Editora Millenium, SP. Trecho pág. 8 a 9.

Amanda de Ishtar

Amanda de Ishtar, assim magicamente nomeada, 25 anos e autoiniciada Wicca. Bruxa solitária e amante dos Celtas. No dia a dia é designer, geek, ama livros, Harry Potter, Mario Bros e Adventure Time.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram