Ritual da Lua Cheia

Pratique-o à noite, sob a Lua se possível. É adequado que crescentes, flores brancas, prata e outros símbolos lunares estejam presentes no altar para este ritual. A esfera de cristal de quartzo também pode ser colocada no altar. Ou, se preferir, use o caldeirão (ou uma pequena tigela branca ou prateada) cheia de água. Coloque uma peça de prata dentro d'água. Arrume o altar, acenda as velas e o incenso e crie o Círculo Mágico. De pé, diante do altar, invoque a Deusa e o Deus, com o Canto de Bênçãos e/ou outras invocações. Contemple agora a Lua, se possível. Sinta suas energias mergulhando em seu corpo. Sinta a fria energia da Deusa banhando-o com poder e amor.
Diga então estas palavras ou semelhantes:

Maravilhosa Dama da Lua
Você que saúda o cair da noite com beijos prateados;
Senhora da noite e de toda a magia.
Que cavalga as nuvens em céus escuros
E derrama luz sobre a Terra fria;
Ó Deusa Lunar,
Aquela do Crescente,
Que tece e desfaz as sombras;
Reveladora dos mistérios do passado e do presente;
Que move os mares e controla as mulheres;
Sábia Mãe Lunar,
Eu saúdo Sua jóia celeste
No crescer de seus poderes,
Com um rito em sua honra
Eu oro sob a Lua,
Eu oro sob a Lua.


(Guia Essencial da Bruxa Solitária, Scott Cunningham)

Nota:
Em meu ritual, após a cerimônia, eu danço, sinto a energia do momento, medito, tudo isso enquanto o incenso queima. Sinto o silêncio e minha paz interior.

Amanda de Ishtar

Amanda ou Tara (nome mágico), 27 anos e autoiniciada Wicca. Bruxa solitária e amante dos Celtas. No dia a dia é designer, geek, ama livros, Harry Potter, Mario Bros e Adventure Time.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram