Olá povo da Deusa! Como estão?

Venho hoje falar para vocês sobre o Encontro Regional de Bruxos!
Como sabem, a comunidade pagã tem se mostrado muito mais aberta à contatar pessoas e a fazer encontros pelo Brasil afora. E a pouco tempo, começaram os ERB em várias cidades.

Para quem não conhece, são Encontros Regionais de Bruxos que acontecem no primeiro domingo de cada mês, normalmente em algum parque da cidade onde os organizadores estão localizados.

E o que é mais legal, é que para quem mora na região de Osasco, tivemos nosso primeiro ERB organizado por mim e pela queridíssima Fernanda (Sacerdotiza da Tradição Diânica Nemorensis, orientada por Claudiney Prieto)! Não é demais?!

O objetivo de cada encontro é abordarmos assuntos pertinentes ao Universo Pagão e esses assuntos podem ser desde bate-papos e até mesmo palestras! E falando em palestras, estamos preparando uma bem legal no próximo ERB de Osasco, para falar sobre sonhos! Então bruxinhos de Osasco e região, fiquem ligados!

A participação desses encontros é gratuita. Os organizadores fornecem café e chá, mas quem for, pedimos apenas que leve comes e bebes para fazermos um pequeno banquete ao final.

Acompanhem nossa página no Facebook para saberem dos próximos encontros: https://www.facebook.com/encontroregionaldebruxosdeosasco/



ERB - Osasco

Onde acontece: Parque Ecológico Ana Luiza Moura Freitas – Parque do Jardim Piratininga/Borboletário
Endereço: Rua Dadiv Silva, 111 - Jardim Piratininga
Referência: Próximo ao Sesi Piratininga 417
Data do próximo encontro: 03/04/16 às 15h
Ponto de Encontro: No galpão (cabana coberta) próximo ao borboletário.

Beijos de Luz! BB
Olá povo da deusa! Como estão?
Aproveitaram a energia desta libação com super Lua e eclipse? Quero saber nos comentários como foi a experiência de vocês!

Mudando de assunto... Estou preparando um novo layout para o blog que aos poucos estou montando para atualizar de uma vez. Então aguardem que em breve terá novidades no ar!

Enquanto isso acompanhem a página do blog no Facebook em: facebook.com/artigos.wiccanos

Abençoados sejam!
Beijos de luz.
)0(
Olá povo da Deusa! Como estão?
Como sabem, no último Sabbath (Samhain mais especificamente), eu fiz minha autoiniciação. Bom, quero compartilhar como tem sido este quase um mês de sacerdócio.

O sacerdócio de um modo geral, implica em diversas responsabilidades - independente se você é um brux(a) solitário(a) ou está dentro de um coven. Essas responsabilidades vão desde a constância e devoção às ritualísticas e aos deuses, como em manter o equilíbrio de si, trabalhando bem suas energias e as direcionando à propósitos não destrutivos. Além disto, fica a cada um a missão de dedicar outras pessoas, ou passar o conhecimento adiante.
No meu caso, minha missão é repassar o máximo de conhecimento que eu posso através do blog, que mesmo com pouquíssimas interações por parte de vocês, sei que recebe muitas visitas por dia.
Para quem está dentro de um coven, fica a missão de aprender, atingir os graus e assim, passar este poder aos novos iniciados.

O sacerdócio, assim como a Roda do Ano, as fases da Lua, é um ciclo: aprendiz/dedicado, sacerdote e ancião. Do sacerdote e ancião saem mais aprendizes e sacerdotes e uma cadeia/família vai se formando.

Bom, este conhecimento vocês já deduzem. Esta é a minha leitura do que um sacerdócio seja.
Dito isto, nestas últimas semanas eu adotei algumas práticas diárias que mantenho como um hábito mágico, além das libações a Sabás.

A meditação é uma delas. Nem todos que meditam, são bruxos. Mas todos os bruxos, meditam. Esta é a 'regra'. E meditação não consiste somente em técnicas avançadas de esvaziar a mente e ir a outras dimensões. Mas o hábito de admirar a Lua, o Sol, a natureza ao seu redor e pensar o quão abençoado somos por ainda fazer parte de uma geração que tem contato com a Mãe Terra.

Uma outra prática bem bacana, que eu faço a noite ou quando acordo, é depois das minhas necessidades pessoais, direciono-me ao meu altar, acendo as velas e faços as minhas preces aos Deuses. Quem acompanha meu Instagram (@dearmandyy) e a fan page do blog, vê lá algumas fotinhas que eu posto. Este é um hábito que antes eu não tinha - não todos os dias -, mas depois da iniciação senti uma força que me compeliu a fazê-lo.


Outra coisa que eu notei, é que a ligação que antes já era latente, com meu altar e os trabalhos mágickos, agora são praticamente irrefutáveis e inevitáveis. Quando o pensamento dele me ocorre, enquanto eu não dedicar um tempo àquilo (cuidar, limpar, agradecer, acender um incenso, movimentar a energia), o pensamento não sai da minha cabeça.

Vou revelar aqui também um alerta: ser uma sacerdotiza/sacerdote e cultuar a wicca, não significa apenas montar um altar, largar ele lá, pegando poeira, celebrar uma ou duas vezes ao mês e achar que com isso já pode se considerar um bruxo(a).
Isso é mais que uma religião. É um estilo de vida também - sei que muitos vão discordar deste meu ponto de vista, mas eu vejo desta forma. Você precisa profundamente VIVENCIAR isto. A magia está em torno de nós, O TEMPO TODO. E não somente quando vamos traçar um círculo.

É preciso trabalhar a magia, que está sempre latente dentro de você, TODOS OS DIAS.
E esta visão eu tive mais depois da iniciação. Muitas vezes na correria da rotina, quando se é dedicado ou simpatizante, você até cogita deixar algo para 'mais tarde'.
Mas depois, não digo que isso se transforme numa obrigação, mas a força que te compele a fazer determinadas coisas é tão forte, que nem o seu chefe, sua mãe ou o que quer que seja, vai te atrapalhar a realizar/fazer o que precisa ser feito.

A wicca passou a ser prioridade máxima. É o que me completa - mais do que outrora.

Quem me conhece no âmbito pessoal, pode claramente dizer também, que não faz tanto tempo que eu passei a cuspir na cara da sociedade, seja lá quem for, a minha religião. Não por ser diferente, prepotente ou querer cutucar o ego dos outros, mas assim como eu me descrevo como sendo magra, ruiva, cabelos cacheados, eu também sou wiccan. Sou bruxa.
Eu nem menciono que sou apenas neopagã, mas quero deixar bem claro que a magia, também está enraizada em mim.

Fica muito mais fácil até para conhecer outros rapazes. Isso se tornou uma espécie de filtro pra mim, pois logo de cara, quem for contra, já se afasta e ficamos resolvidos assim (:. Houve uma época em que eu morria de medo do julgamento alheio, repressão familiar e etc... não deixava ninguém entrar no meu quarto, com medo de que fossem me julgar pelo altar, pelo ambiente, questionando minha índole por uma posição pré-concebida pela mídia.
Hoje em dia, eu faço é questão de deixar isso bem claro, pra não haverem dúvidas. E faço questão de postar sobre isso nas redes. Vejo todo dia mensagens de Jesus na minha timeline - nada contra - mas as pessoas acham isso normal... então vão achar normal também minhas postagens sobre Cernunnos, Deusas e cristais.

Atualmente estou desempregada. Estava procurando trabalho na minha área (design), mas aí me veio uma repentina inspiração para desenvolver algum trabalho manual. Pensei em fazer umas bijoux personalizadas e com temas místicos. Bom, talvez eu comece por alargadores =D e depois expanda para colares, aneis e caixas em madeira.
É algo que está martelando na minha cabeça a uns dois dias e até me desmotivou de continuar procurando emprego e me focar nisso agora. Caso isto ocorra, com certeza abrirei uma coleção com produtos wicca para vender aqui no blog pra vocês.

Bom pessoal, acho que falei demais hehehehe. Fica aqui uma benção à vocês e até um próximo encontro. Espero que tenham gostado do post.

Bons ventos!